sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Comédias-Românticas


Por que eu me emociono tanto com comédias românticas? Acabo de voltar da casa da minha irmã, que mora a alguns andares acima de mim, e me acabei de chorar. Voltei cantarolando “love of my life can’t you see...” e nem fazia parte da trilha sonora do filme!! Chorei, chorei, chorei,... e... chorei mais um pouco!! Ela, com dois filhos pequenos, dormiu na metade do filme. Eu, estressada com o meu trabalho, tomei MUITO café para garantir que não dormiria. Assisti até o final dos créditos e queria ver extras, making-off e sei-lá-mais-o-quê!! O filme? Acho que nem interessa saber qual foi, mas eu conto. É que esta emoção é causada por muitos filmes desse gênero. Alguns me fazem chorar mais, outros menos... Mas todos mexem muito comigo. Minha irmã prefere assistir esse tipo de filme, já eu assisto de tudo! Até porn movies! Mas as comédia-românticas são muito especiais para mim.

Ah, tá... O filme foi Ghosts of Girlfriends Past com o belíssimo casal Matthew McConaughey e Jennifer Garner. Gostei da forma criativa de refletir sobre o passado, achei bem moderno. Chorei em várias partes do filme e acho que a atuação de Jennifer me fazia sofrer junto à ela. Não... Não tenho problemas de relacionamentos... Mas acho que simpatizo muito com quem tem! E aí choro, choro e choro mesmo! Depois saio aliviada, desestressada, sei lá! Me sinto muito bem depois!

Muitas vezes tenho necessidade de ver esse tipo de filme. Vou ao cinema e escolho o lugar que quero, bebo e como o que tenho vontade, chego no horário e escolho sessões vazias. Gosto de ir de preferência sozinha (até porque meu marido só vai quando eu digo que quero isso de presente de aniversário ou coisa parecida, mas, mesmo assim, afirmo que não tenho problemas de relacionamentos, é apenas uma questão de crítica cinematográfica de um cinéfilo cult). E não gosto de ter ninguém conversando ao meu lado, interrompendo bem na hora que o meu choro ia sair, cortando a minha emoção, ou pior, criticando!

E por falar em crítica, homens, entendam: é claro que a mocinha vai terminar com o bonitão! BUT THAT’S NOT THE POINT! A questão é como, porque até quando a gente já sabe, não é? Eles só vão resolver suas diferenças no final do filme. E somente no final! Senão eu peço o meu dinheiro de volta, pois o filme is ser chatíssimo.

Filme bom, pra mim, tem de fazer chorar muito!! Funcionar como uma espécie de catarse, limpeza de áurea, do meu inconsciente (ou mesmo consciente). Mas também tem muito a ver com o momento de quem assiste. Esse filme funcionou para mim. Me envolveu, me fez chorar, mas pode ser que outras pessoas assistam e não sintam nada! Uma pena... Desejo que todos possam um dia chorar de emoção com um filme de amor e também se emocionar com um amor de verdade.